12 de junho de 2010

Os versos que te fiz

Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem para te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim para te oferecer

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas,meu Amor,eu não tos digo ainda.
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz

Amo-te tanto!E nunca te beijei...
E nesse beijo,Amor,que eu não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!


[Florbela Espanca]

2 comentários:

Perto de Mim disse...

Sou fera contida
um dia noite, outro não
um dia amor, outro paixão

sou animal selvagem
valente ou covarde

companhia misturada com solidão
um prato de lealdade
e por isso ninguém quer

sou fera contida...
uma garantia não garantida.

Monique Targino

Clarice Ferreira disse...

Florbela Espanca é tudo de bom! Esse poema em especial é de mais! Ai como já dediquei ele! Poeta ama de mais! rsss Perfeitooo

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!